Os 4 Pilares da Hipnose

A seguir você irá entender de forma didática os pontos mais importantes a serem destacados antes de passar por uma sessão. É importante estar a par sobre as verdades que envolvem a hipnose, bem como as mentiras que a cercam. 

1 – A hipnose é uma característica do humano. 

Todos nós temos a capacidade de entrarmos em hipnose, algumas pessoas podem estar mais suscetíveis à hipnose do que outras, o que pode influenciar na profundidade do transe. Mas todos nós, incluindo pessoas que sofrem de alguma deficiência cognitiva, conseguimos alcançar variados níveis hipnóticos. Já que é um poder da mente e não do hipnotista. 

2 – Toda hipnose é uma AUTO-HIPNOSE 

Como dito anteriormente, não é o hipnotista que tem o poder sobre a sua mente, mas sim, aquele que se permite ser hipnotizado. A hipnose é feita através de sugestões, que você pode ou não aceitar e imaginar. Por isso pessoas que estão determinadas a não entrar em transe, não vão entrar, pois sua mente estará sempre no comando. 

3 – Em hipnose você está CONSCIENTE, ouve tudo, pois é necessário seguir instruções 

Um dos mitos que mais se destacam acerca da hipnose é o de que se altera ou perde a consciência. Isso é impossível, já que pra passar pelo processo você precisa estar sobriamente consciente para que consiga seguir as instruções dadas pelo condutor e para construir as imaginações necessárias. 

4 – Em Hipnose você está no CONTROLE, e só irá fazer o que se permitir fazer. 

Isso derruba as crenças que faz com que pessoas sintam medo de fazer coisas que não gostariam e passar por situações perigosas ou constrangedoras. É inviável que você, mesmo durante o transe, aceite sugestões indesejáveis, já que estará a todo momento consciente e no controle. Quando uma sugestão indesejada lhe for imposta, assim que você rejeitá-la automaticamente irá emergir da hipnose, pois sua oposição pode ser mais forte que quaisquer palavras usadas pelo hipnotista. 

É fundamental confiar em quem te conduzirá a esse processo, para que sua entrega seja extraordinária e, consequentemente, seus resultados. Escolha um profissional que te passe segurança e empatia. Entre em contato para que você possa conversar diretamente com uma especialista e esclarecer as dúvidas individuais pelo que te motiva a realizar a terapia. 

A Neurobiologia do trauma

O estresse pós-traumático é um transtorno que pode ser desenvolvido em pessoas que passaram por algum evento traumático, seja ele de agressão física ou sexual,

Ler mais >>